SOS Haiti II

Mais notícias do Haiti:

Dezenas de milhares de haitianos passaram a 2ª noite seguida nas ruas, após o forte terremoto da tarde de terça-feira que devastou a capital do país, Porto Príncipe, e que pode ter matado dezenas de milhares de pessoas. Muitos moradores da capital, desabrigados ou com medo de novos tremores, se agrupavam em lugares abertos para passar a noite, muitos deles próximos a escombros e corpos.

De acordo com Andrew Gallacher, enviado especial da BBC a Porto Príncipe, a situação na cidade é de desespero, sem sinais de um esforço de resgate coordenado, com suprimentos médicos escassos e com ajuda humanitária apenas começando a chegar. Outro repórter da BBC em Porto Príncipe, Nick Davies, afirma que o que mais chama a atenção na cidade, ainda mais que os escombros e a poeira, é a quantidade de corpos sob cobertores por todos os lados.

Ele compara o ambiente na cidade a um cenário de filme de terror. “O barulho de pessoas chorando, de pessoas rezando, e o som de coros religiosos que podem ser ouvidos pelo ar, tornam a situação ainda mais surreal”, diz.

Os primeiros aviões com ajuda, provenientes da Venezuela, da China e dos Estados Unidos, começaram a desembarcar no aeroporto de Porto Príncipe na noite desta 4ª-feira. Equipes de outros países como Brasil, Grã-Bretanha, França, Dinamarca, Cuba, México, entre outros, devem chegar à capital nesta 5ª-feira.

Os médicos da ONG têm apenas a capacidade de oferecer aos pacientes cuidado médico básico. Uma das clínicas de emergência da MSF desmoronou com o tremor e duas outras foram gravemente danificadas e não podem ser usadas.

De acordo com  Roger Searle, professor do Departamento de Ciências Geológicas da Universidade de Durham, na Grã-Bretanha, a energia liberada pelo tremor foi equivalente à explosão de meio milhão de toneladas de dinamite.

Realmente a devastação foi terrível. Temos uma prévia das imagens antes & depois aqui. E uma câmera de segurança em Porto Príncipe, mostra o momento em que o país foi sacudido pelo terremoto, veja aqui.

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) criou um site dedicado a ajudar milhares de pessoas no Haiti e no exterior a encontrar familiares e amigos desaparecidos no terremoto. O site pode ser acessado através do endereço www.icrc.org/familylinks.

Órgãos governamentais e ONGs dispobilizaram contas bancárias p receber doações q serão usadas p ajudar os atingidos pelo terremoto. O Banco do Brasil abriu uma conta p as doações, e os recursos serão administrados diretamente pela Embaixada do Haiti no país. A conta corrente está em nome de “SOS Haiti”agência 1606-3, conta corrente 91.000-7. A ONG “Viva Rio” tb abriu uma conta p doações. Um grupo de 9 brasileiros q estão na sede da ONG em Porto Príncipe providenciam água, comida, remédios e material de limpeza, com a ajuda de aproximadamente 400 haitianos que também integram o grupo. A conta tb foi aberta no Banco do Brasil e está em nome da ONG – agência 1769-8, conta corrente 5113-6. Segundo o movimento, os recursos serão usados para “compra de gêneros alimentícios, água e medicamentos.

Fontes: G1 e Folha Online
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s