Esculpindo argilas

Desejos simples, por que é tão complicado?

Me calo perante minha impotência, e me apoio em  incertezas.

E assim minha alma segue entre passos lúcidos e bêbados em direção a um rascunho inacabado.

Uma vez uma mulher me disse: Somos todos argila.

Podemos nos tornar uma obra de arte, podemos continuar a ser um monte disforme.

Vou pintando, vou esculpindo, desejando encarnar Michelângelo para finalizar essa obra como um grande David, ou uma grande Pietà.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s